[RESENHA] Cretino Irresistível - Christina Lauren

Cretino Irresistível
Autor (a): Christina Lauren
Páginas: 252 páginas
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2013
Onde Comprar: Compare e Compre
Sinopse: Uma estagiária ambiciosa. Um executivo perfeccionista. E um relacionamento ardente e totalmente perigoso!
Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennet Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração – e completamente irresistível. Um belo cretino. Bennet acaba de retornar da França para assumir um cargo importante na empresa de comunicações de sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, sensual e totalmente irritante que agora ele tem de ver todos os dias. Ele nunca foi do tipo que se envolve em relacionamentos no ambiente de trabalho, mas Chloe é tão tentadora que ele está disposto a flexibilizar essa regra – ou quebrá-la de uma vez – para tê-la. Por todo o escritório! Mas o desejo que um sente pelo outro cresce tanto que Bennet e Chloe terão de decidir o que estão dispostos a perder para ganhar um ao outro.

Os apaixonados por Christian Grey que me perdoem, mas eu sou bem mais Bennett Ryan.
Uma história que tem tudo pra ser modinha, mas a esperta Chloe Mills não vai deixar! Diferente de muitas das personagens de romance da atualidade, Chloe é decidida, não tem papas na língua e é ousada.
Sensual por baixo da rouba chique e da personalidade forte, ela se mostra uma mulher decidida a ser o que sempre quis, mesmo que isso signifique aturar seu chefe irritantemente lindo e bruto Bennett.
Como em muitas modinhas, esse casal se odeia desde do primeiro instante e sempre se tratam com tudo menos cordialidade. Ele é duro e por isso sempre exigir o melhor de todos que trabalham pra empresa da família, mas que na maioria das vezes ele abusa, isso ele abusa. Fazendo dela sua escrava particular pra ficar correndo atras do que ele quiser. Mas é isso que eu gosto nesse casal, ele é exigente e ela também, os dois buscam a perfeição no trabalho o que acaba causando muita gritaria entre os dois já que nem sempre eles planejam da mesma forma.
Até que no final de um expediente, eles se beijam de maneira roubada, bruta e sexy *--*
A partir daí varias situações constrangedoras e exitantes vão tirar o sono do leitor. Simplesmente por que você vai torce pra que alguém veja, mas ao mesmo tempo vai torce pra que isso não aconteça.
Mas vocês acham que tudo vira flores e eles param de gritar um com o outro por isso?! Nem pensar, até entre beijos eles discutem e torna tudo tão mais quente.
Mas como toda história quente e escondida um dia isso precisa parar ou se revelar, o problema é que eles não sabem como fazer isso, o que traz mais confusão e a separação do casal, saudade vai, saudade volta. Um deles vai atras do outro, depois de saber que o outro também não está bem com a ausência daquele.
A história é maravilhosamente bem escrita e está entre minhas leituras preferidas. Vamos esperar pelas próximas cenas!
E vocês? Leram o livro? O que acharam?
Espero que tenham gostado do post! E gatos e gatas, vocês preferem resenha em vídeo ou assim?
Deixem seus comentários abaixo me dêem dicas do que vocês gostariam de ler por aqui para eu manter o blog atualizado! :)
Sinceramente,

[RESENHA] Quero ser seu - Bella Andre

Quero ser seu
Autor (a): Bella Andre
Páginas: 320 páginas
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Onde Comprar: Compare e Compre
Sinopse: Ryan Sullivan sempre gostou muito de Vicki, a quem conheceu na adolescência, quando ela lhe salvou a vida: no estacionamento da escola, um carro desgovernado só não o atropelou porque Vicki o empurrou para longe. Desde então, eles se tornaram melhores amigos — pelo menos, melhores amigos até onde um homem e uma mulher lindos e sedutores conseguem ser...
O tempo passou, Vicki casou-se e se separou, e Ryan seguiu sua vida de solteiro. Até o dia em que Vicki pediu-lhe um favor: será que Ryan poderia fazer as vezes de seu namorado para afastá-la de um homem mal-intencionado e pegajoso?
Ryan não negaria esse favor a sua amiga, de forma alguma... Não só pelo carinho que nutre por ela, mas também por uma característica de sua personalidade: Ryan faz o tipo protetor (o tipo de homem com que toda mulher sonha em algum momento da vida).
Agora, depois de brincarem de namorados, será que os dois conseguirão manter a amizade de sempre?

Tirando a história da Sophie, essa é uma das histórias de amor mais antigas dentre os irmãos Sullivan, e particularmente nesse livro, quase todos irmãos aparecem e você vê a velha dinâmica da família unida.
De certo modo, Vicki já é de casa, melhor amiga de Ryan desde a adolescência, eles nutrem um amor um pelo outro nunca dito ou revelado, o que não impede em nada da linda família saber desde de sempre.
Mas quando ela retorna a São Francisco pra disputar uma bolsa pra desenvolver seu trabalho em Artes, e esta percebe-se cercada com um homem mal-intencionado, Vicki não vê outra saída a não ser pedir socorro ao melhor amigo pra que ele se passe por seu namorado, o problema é que Ryan é do tipo super protetor e depois de aceitar se passar por namorado, faz algumas ligações e descobre coisas nada agradáveis sobre o tal sujeito, tentando ajudar a amiga, ele fala pra jornalista que sempre fala com ele antes dos jogos que está noivo de sua melhor amiga Vicki, dá pra imaginar a reação dela quando fica sabendo disso no telão do jogo? PÂNICO! Ainda bem que o irmão astro estava por perto e conseguiu ajudá-la a contornar a situação.
Óbvio que ela aceita manter essa história pra impressa, mas nada de mentir pra família dele. Eles foram o de mais próximo de família normal que ela teve e a ideia de enganar todos em especial Mary, a mãe do clã, pra Vicki é perturbador e desrespeitoso. É nesse momento de contar a verdade aos que realmente merecem saber a verdade que na "saidinha" de Vicki ao banheiro que os irmãos aconselham Ryan a aproveitar a situação em que eles estão e conquistar a amiga e tornar essa mentirinha em verdade.
Apesar de não ter tanto agarramento, eu considero Ryan dos irmãos até agora o mais safado. A maneira como ele agi na cama é quase tão mandão como ele é na vida. O que MEU DEUS é assustadoramente exitante já que não fica uma coisa forçada ou sem sentimento. Não sei explicar, mas nesse jeito grosso de ser na cama, ele ainda assim é carinhoso e apaixonado pela mulher que ele escolheu.

E vocês? Leram o livro? O que acharam?
Espero que tenham gostado do post! E gatos e gatas, vocês preferem resenha em vídeo ou assim?
Deixem seus comentários abaixo me dêem dicas do que vocês gostariam de ler por aqui para eu manter o blog atualizado! :)
Sinceramente,

[RESENHA] Se Você Fosse Minha - Bella Andre

Se Você Fosse Minha
Autor (a): Bella Andre
Páginas: 320 páginas
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Onde Comprar: Compare e Compre
Sinopse: Zach, o mais arredio dos Sullivan, é mecânico e corredor de pistas de alta velocidade. Suas únicas preocupações são: como gastar seu dinheiro e com que mulher passar a próxima noite... Até que ele recebe a difícil tarefa de cuidar do filhote de yorkshire de seu irmão por duas semanas — um total contratempo para um homem como ele.
Mas Zach não tem como negar este favor a Gabe e, muito a contragosto, acaba aceitando cuidar de Ternurinha, a cachorrinha que, para piorar, é um terror e certamente precisa de treinamento.
Heather Linsey não acreditava que teria de treinar o filhote do arrogante Zach Sullivan. De todos os homens que já conhecera, Zach era o mais atrevido. Palavras como arrogante, esnobe, pretensioso cabiam especialmente bem no mecânico da família Sullivan.
Além disso, a beleza e o charme de Zach eram desconcertantes e a atração entre eles, inevitável... Heather estava francamente disposta a negar esse trabalho, mas teve que pensar duas vezes antes de recusar, pois fora indicada por uma grande amiga.
De qualquer forma, ela sabia que podia controlar as investidas de Zach Sullivan, caso ele se mostrasse desrespeitoso. O que ela não sabia é que sua rejeição ia despertar os mais profundos e obstinados desejos no mecânico...

Bella Andre arrasa sempre! Eis um FATO!
Mas definitivamente esse livro é um dos meus preferidos até aqui. Primeiro por que temos mais uma aparição de uma das minhas personagens preferidas, a Summer, pense numa criança super dotada de poderes inimagináveis. kkk
No começo ela bem que me perturbava e intrigava, por ser só uma criança, mas a genialidade dela é demais! No começo do livro, ela adota uma filhote e coloca o nome de Ternurinha, pra completar pede ao padastro que entre ao tio Zach pra ele cuidar, mas beeeeeeeeem lá pro final eles contam que compraram a filhote especialmente pra dá ao tio. Que especie de criança dá ao tio enorme, dono de uma rede de oficinas mecânicas e corredor de pistas de alta velocidade uma cachorrinha minúscula e com nome engraçado?! Só a Summer!
Além dela, tem a Mazinha linda da Lori que mais intrometida que ela não há! Mas eu gosto desse jeito de ser, de tentar ajudar os irmãos a seu modo e sempre ter conselhos a dá. Tomara que o livro da história dela faça jus a ela.
Mas voltemos pro Zach, dos filhos de Jack Sullivan, o mais parecido com o pai, tanto por gostar de carros como fisicamente, tanto que ele está cansado de ouvir os tios e pessoas que conheciam Jack dizer que ele é assustadoramente parecido com o pai. Mas de tanto ouvir isso, Zach acredita seriamente que ele pode morrer repentinamente como aquele. O que o apavora e faz com que ele não queria casar e ter filhos pra depois deixá-los sozinhos como aconteceu com ele e seus irmãos. CLARO que isso é balela, mas vai entender essa cabecinha.
De outro lado, temos Heather, uma treinadora de animais bem sucedida que hoje não atende mais tantos animais pra treinar já que ela agora treina pessoas pra trabalhar pra ela ou montarem sua própria empresa. Mas quando uma grande amiga e uma de suas primeiras clientes pede por ela especificamente pra ajudar um amigo com um novo filhotinho que esta acabando com ele. Ela acha que não vai ter nada demais. Não até conhecer Zach e se sentir ao mesmo tempo ultrajada e atraída. E assim como ele, ela não quer saber de relacionamentos sérios, por um motivo simples: Heather não acredita em amor, não existe amor puro e verdadeiro entre um homem e uma mulher, não tem como haver, não depois do que ela viu entre seus pais, como vê duas pessoas que fingem estarem felizes juntas, mas traem e mentem o tempo todo. Ela não quer isso pra ela.
Mas surpreendentemente, a Bella Andre, nos leva por uma história onde duas pessoas desistiram de amar por medo, de se magoar e magoar o outro, vão superá seus medos e aprender gradativamente como está ao lado um do outro é maravilhoso.
De maneira que é impossível não amar esse casal.
E claro, pra fechar a história com chave de ouro, a chegada da mais nova Sullivan é merecida! Bem vinda, Emma! Seu neném gostoso!

E vocês? Leram o livro? O que acharam?
Espero que tenham gostado do post! E gatos e gatas, vocês preferem resenha em vídeo ou assim?
Deixem seus comentários abaixo me dêem dicas do que vocês gostariam de ler por aqui para eu manter o blog atualizado! :)
Sinceramente,

[RESENHA] Mulheres que Escolhem Demais - Lori Gottlieb

Mulheres que Escolhem Demais
Autor (a): Lori Gottlieb
Páginas: 288 páginas
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Onde Comprar: Aqui
Sinopse: Todo mundo tem uma amiga que vive procurando defeito em todos os pretendentes. Um é alto demais, o outro é baixinho; um terceiro não é suficientemente bem-sucedido. E tem ainda aquele que é perfeito demais...
A expectativa por uma boa companhia é tão grande que a cabeça da mulher se enche de dúvidas: “Ele é a pessoa certa para mim? Ele é O CARA!? Será que existe Príncipe Encantado?
Pior ainda: será que fiquei esperando tanto que não reparei quando ele passou por mim?”.
Talvez o homem que a sua amiga – ou você, mesmo que não admita – tanto espera não exista. E talvez você nunca tenha pensado nisso.
Ninguém é perfeito. Todos têm defeitos — sim, inclusive as mulheres! Mas são justamente as pequenas diferenças que deixam tudo mais interessante.

Quando eu vi que esse livro ia ser lançado a primeira coisa que eu pensei foi que a minha prima tinha que ler. Kkk Mas deixa eu explicar o porquê, antes que você me ache louca demais, ela é desse tipo que escolhe até demais. Um exemplo disso ser assustador, um dia eu estava conversando com ela sobre alguns dos caras que ela já tinha ou estava ficando, ela me disse simplesmente: "eu acho ele lindo e tudo mais, mas você já viu os cotovelos dele? Estão muito escuros, não posso namorar com um cara que tem o cotovelo assim." Em outra ocasião, sobre outra pessoa: "eu até poderia ficar com ele, mas você já viu que ele vem de havaianas pra aula?!"
Essas são algumas das perolas que ela já soltou sobre não namorar com A ou B por coisas pequenas. Aí eu te pergunto, no que essas coisas que ela me disse iam mudar a maneira como o relacionamento ia caminhar, sejamos honestas, essas coisas são uma grande estupidez. Aí eu vi esse livro e pensei, eu tenho que dá a ela esse livro, ela PRECISA desesperadamente.
E é sobre isso que esse livro vai tratar, Lori sempre quis um relacionamento estável e prazeroso, mas depois de anos quebrando a cara, ela resolve descobrir onde ela estava errando e dividir com a gente o que se pode mudar pra ter o relacionamento maravilhoso com alguém que amamos.
Uma das primeiras coisas que ela nos aponta é que muitas de nós mulheres e até mesmo homens, buscam o relacionamento perfeito de cinema e livros por ai a fora, e que muitas vezes vemos nossas amigas tendo o sonhado relacionamento que queremos, o problema é que nenhum relacionamento é perfeito e ninguém é perfeito, então por que corremos tanto atras de algo impossível e colocamos tantas qualidades que queremos no parceiro? São tantas e queremos todas elas nele, mas isso nunca vai acontecer. E até o tal relacionamento perfeito da amiga, não é tão perfeito assim.
Ela nos diz em diversas situações que só devemos deixar como expectativa para um parceiro aquilo que for essência para o relacionamento, como o fato dele querer caminhar pelos mesmos planos que você, por exemplo, você quer constituir uma família e ele também, de nada adianta você ter todo o resto se vocês têm perspectivas de futuro diferentes demais.
Agora no que a cor do cabelo vai influenciar? Em absolutamente nada! Mas tem gente que ainda está nessa de quero uma loira, do corpo assim e assado. Quando isso não vai sustentar o relacionamento, de que adianta ser a loira linda e não querer progredir na vida, por exemplo?! Não estou generalizando. É só um exemplo!
Em busca de respostas do que é realmente essencial, Lori conversa com diversas personalidades, desde a casamenteira bem sucedida ao guru do amor e treinador de relacionamento.
Não dá pra acreditar no tanto de coisa que você ao final do livro, se torna superficial e dispensável.


E vocês? Leram o livro? O que acharam?
Espero que tenham gostado do post! E gatos e gatas, vocês preferem resenha em vídeo ou assim?
Deixem seus comentários abaixo me dêem dicas do que vocês gostariam de ler por aqui para eu manter o blog atualizado! :)
Sinceramente,

[RESENHA] Primeiro Amor - James Patterson e Emily Raymond

Primeiro Amor
Autor (a): James Patterson e Emily Raymond
Páginas: 240 páginas
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Onde Comprar: Saraiva | Submarino
Sinopse: Axi Moore é uma garota certinha, estudiosa, bem comportada e boa filha. Mas o que ela mais quer é fugir de tudo isso e deixar para trás as lembranças tristes de um lar despedaçado. A única pessoa em quem ela pode confiar é seu melhor amigo, Robinson. Ele é também o grande amor de sua vida, só que ainda não sabe disso. Quando Axi convida Robinson para fazer uma viagem pelo país, está quebrando as regras pela primeira vez. Uma jornada que parecia prometer apenas diversão e cumplicidade aos poucos transforma a vida dos dois jovens para sempre. De aventureiros, eles se tornam fugitivos. De amigos, se tornam namorados. Cada um deles, em silêncio, sabe que sua primeira viagem pode ser também a última, e Axi precisa aceitar que de certas coisas, como do destino, não há como fugir. Comovente e baseado na própria vida do autor, este livro mostra que, por mais puro e inocente que seja, o primeiro amor pode mudar o resto de nossas vidas.

James Patterson já deve gostar de histórias com desfechos inesperados.
Perceber os sentimentos que Axi e Robinson nutrem um pelo outro é bem fácil, logo de cara você nota que há um laço que prende os dois juntos como melhores amigos e parceiros do crime. E um algo mais! Que você vai torcer pra que aconteça e chegue logo esse momento do algo além de amigos.
Baseada na própria história de vida do autor com uma jovem chamada Jane, ele tenta nos dá a mais doce e comovente história de amor que teve um final cedo demais para os personagens e para ele próprio.
Alexandra ou simplesmente Axi conheceu Robinson anos antes quando os dois tiveram câncer e passaram logos dias no hospital, desde do primeiro momento se tornam amigos inseparáveis, ela sempre se considerou uma menina certinha, careta e bem comportada, mas um belo dia ela resolve convidar o melhor amigo e grande amor da sua vida, Robinson para uma viagem pelo país, passando por todos os lugares que os dois sempre quiseram conhecer.
De um simples passeio que quebra todas as regras que antes Axi sempre procurou manter, eles partem numa jornada de descobrimento de um amor tão puro que transforma a vida deles para sempre.
Mas infelizmente, a vida não é sempre um mar de rosas e cedo demais, ela bate a porta cobrando dos dois o que eles tentaram a todo custo fugir. Só aí você entende por que ela propôs essa viagem do nada e sem grandes planos, só baseados nos lugares e no tempo que poderiam dispor e fazendo pequenos malabarismos para que essa viagem possa chegar ao seu final a tempo.
Linda, leve, perfeita! Dos livros que já li do James, e de outros autores, é uma das histórias mais lindas de amor adolescente e sem todo aquele drama quando se trata de pessoas que tiveram/tem câncer.

E vocês? Leram o livro? O que acharam?
Espero que tenham gostado do post! E gatos e gatas, vocês preferem resenha em vídeo ou assim?
Deixem seus comentários abaixo me dêem dicas do que vocês gostariam de ler por aqui para eu manter o blog atualizado! :)
Sinceramente,

[RESENHA] Uma Prova de Amor - Emily Giffin

Uma Prova de Amor
Título original: Baby Proof
Autor (a): Emily Giffin
ISBN: 9788581630212
Páginas: 432 páginas
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Onde Comprar: Saraiva | Submarino
Sinopse: Primeiro vem o amor, depois vem o casamento e depois… os filhos. Não é assim?
Não para Claudia Parr. A bem-sucedida editora de Nova York não pretende ser mãe, e até desistiu de encontrar alguém que aceite esta sua escolha, mas, então, ela conhece Ben.
O amor dos dois parece ideal. Ben é o marido perfeito: amoroso, companheiro e — assim como Claudia — também não quer crianças. No entanto, o inesperado acontece: um dos dois muda de ideia a respeito dos filhos. E, agora, o que será do casamento dos sonhos?
Uma Prova de Amor é um livro divertido e honesto sobre o que acontece ao casal perfeito quando, de repente, os compromissos assumidos já não servem mais. Contudo, é também uma história sobre como as coisas mudam, sobre o que é mais importante, sobre decisões e, especialmente, sobre até onde se pode ir por amor.

Terceiro livro que leio da Emily e me apaixonei. Espero amar todos os outros dela que pretendo ler.
Entre os que eu já li é o segundo melhor, só perdendo pra Laços Inseparáveis. Que é sem duvidas o melhor dela.
Mas esse não fica atrás. A história nos traz Claudia e Ben, um casal que quer está junto e ter um casamento adorável e promissor, mas jamais quis ter filhos. Até que o casal de melhores amigos deles, que também não queriam filhos, aparecem grávidos, felizes e ansiosos pela chegada do bebê. Claro que quando esse bebê nasce, Ben fica completamente apaixonado por crianças e começa a pensar a respeito, em como seria bom para os dois aumentar a fámilia, claro que Claudia discorda e aceita cuidar uma noite do bebê para provar seu ponto de vista de que um bebê só estragaria o relacionamento perfeito dos dois. É obvio que o tiro sai pela culatra e Ben quer ainda mais um bebê dele e de Claudia para que eles possam amar e mimar.
Então quando antes era aceitável e indiscutível quando os parentes perguntavam quando a família vai aumentar a resposta era sempre NÃO QUEREMOS FILHOS e uma risadinha pra quebrar o gelo. Agora com essa mudança em Ben, a resposta passa a ser "estamos vendo isso", Claudia começa a se preocupar sobre o rumo do casamento.
Devido a isso, as coisas não acabam bem entre eles e cada um vai pro seu canto, adeus casamento perfeito.
Mas...
Como um bom livro da Emily isso é discutível e vamos curtir as mudanças de perspectivas e de planos que esse casal vai trilhar até o momento maravilhoso e perfeito de que tudo pode mudar desde que eles possam permanecer juntos e que esse amor aumente e devore os dois e quem sabe nos traga crianças?! Tudo pode ser possível.
O divertido no livro é que mesmo quando Claudia não queria filhos, ela era amável e entusiasmada com a sobrinha que é uma criança bem esperta.

E vocês? Leram o livro? O que acharam?
Espero que tenham gostado do post! E gatos e gatas, vocês preferem resenha em vídeo ou assim?
Deixem seus comentários abaixo me dêem dicas do que vocês gostariam de ler por aqui para eu manter o blog atualizado! :)
Sinceramente,

[RESENHA] Se eu ficar - Gayle Forman


Se eu Ficar
Título original: If I Stay
Autor (a): Gayle Forman
ISBN: 9788581635415
Páginas: 224 páginas
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Onde Comprar: Saraiva | Submarino
Sinopse: Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.


Primeira resenha em um ano ¬¬'
Não cheguei a explicar pra muitas pessoas, mas acontece que sou estudante de direito e ano passado eu tive um dos piores anos na faculdade, estou terminando o curso e tinha TCC e OAB pra estudar e fazer, tá tudo no caminho já, mas ano passado parecia que eu nunca ia ter tempo pra respirar, então quando eu tinha um tempinho, eu liga alguma coisa, passei quase um mês num livro, o que é triste, mas quem disse que vida de universitária era fácil? Quem lhe disse isso mentiu, é bem pior e com os anos vai ficando mais corrida e mais coisas pra fazer. Enfim, passado o sufoco no ano passado, estou de volta e espero que com tempo suficiente pra tudo. #todosrezam
Enfim, passada a enrolação. Vamos falar de coisas boas, vamos falar de livros haha
Eu li esse assim que chegou, parei tudo por que estava ansiosa pra ler e vê o filme logo depois, mas o bonito do filme não veio pra minha cidade #odio
A escrita da Gayle é tranquila, mas confesso que eu esperava bem mais dela, já que estava um super bafafá sobre ele.
A Mia não parece ser uma pessoa sem graça, mas ela tão pouco é a popular do colégio. Ela está mais para aquela garota comum que não chama muita atenção, mas é engraçada e esperta (ela toca violoncelo, isso pra mim é muita inteligência. Afinal não é todo mundo que toca esse instrumento e ainda por cima amo clássicos). Nesse quesito a autora me ganhou, gosto da ideia de uma adolescente gostar de algo diferente do convencional. Ela aumenta essa diferença colocando os pais da guria como os roqueiros loucos e ela a certinha.
Mas uma coisa que me deixou um pouco perdidinha é esse vai e vem da história, num momento você está no presente que é logo depois do acidente que todo mundo já sabe mais ou menos como desenrolou, e no momento seguinte ela volta pro passado pra apresentar os personagens. E é aqui que ela peca, como a história é curtinha e se passa num período de 24h, você não consegue ter tempo de se apesar aos personagens e assim sentir a falta deles ou a vontade de vê Mia se recuperar.
Além disso, ela apresenta detalhes sobre o acidente, que num livro mais logo talvez ficasse melhor. Eu sentir falta de me apaixonar pelos personagens e com isso sentir o que Gayle queria propor com a história.
Acredito que a ideia do livro é muito boa, a base da história em se está em coma e vê o mundo passando por você. Esse conceito foi o que fez eu gostar da história apesar de não ter ficado com saudades da Mia quando terminei.
A única coisa que merece um super parabéns para a autora é que a maneira como ela concluiu o livro, me fez ter a louca vontade de ler a continuação o que eu já fiz. kkk Logo logo eu trago pra vocês o que eu achei da sequência e do filme. Mas pra resumi, o filme, é bem melhor que o livro. Acho que a Chloe arrebentou para uma história tão pequena.

E vocês? Leram o livro? O que acharam?
Espero que tenham gostado do post! E gatos e gatas, vocês preferem resenha em vídeo ou assim?
Deixem seus comentários abaixo me dêem dicas do que vocês gostariam de ler por aqui para eu manter o blog atualizado! :)
Sinceramente,